Dia do servidor público
Como sempre muito mais a se preocupar do que comemorar


28/10/2019

Que o Servidor público federal sempre foi usado para justificar os desmandos governamentais, em todas esferas, isso não é novidade. A novidade é que desde 2016 vivemos o desmonte cristalino da estrutura pública que envolve não só os serviços, como também o próprio funcionalismo.

Esse desmonte passa pelo enfraquecimento das bases da saúde, educação e segurança. Há propostas para extinguir o gasto mínimo nessas áreas nos Estados já sendo discutida nos gabinetes do Governo.

A Reforma da previdência que atingirá o bolso dos trabalhadores, também não poupou o funcionalismo e, junto com a reforma administrativa, poderá, caso não haja fortes movimentos de resistência, acabar com os poucos direitos que ainda restam. A estabilidade está, se depender do atual governo, com os dias contados. A data base que há 13 anos está engavetada possivelmente continuará, dificultando a concessão de reajustes e reposições salariais. O último reajuste foi em 2017.

Somando-se a tudo isso, o atual Governo busca enfraquecer as Entidades com decretos que ora miram na arrecadação, ora na representatividade, tudo isso com o objetivo de evitar a representação e calar a voz, não só dos servidores, como dos trabalhadores em geral.

Mais do que nunca, os trabalhadores em geral - tanto da iniciativa privada, como servidores ativos aposentados e os pensionistas - devem manter-se unidos participando das atividades de suas associações e sindicatos e cobrando de seus representantes eleitos.


AGASAI

Governo Temer ataca em larga escala o funcionalismo e população mais dependente dos serviços públicos. Coincidência?
Os funcionários públicos responsáveis pelo atendimento desta população vivem rotinas de incertezas, perdem poder aquisitivo ano a ano Leia mais

Cadastre seu e-mail para receber o boletim semanal de notícias da Associação



Inativos do serviço público pagam duas vezes para se aposentar
Desde a reforma previdenciária de 2003, aposentados que ganham acima do teto da previdência pagam, sobre o excedente, 11% contribuindo com o caixa do Governo para cobrir rombos de outras esferas públicas. Leia mais
Serviços
Você sabe quais serviços a AGASAI oferece aos seus associados? Conheça tudo que uma Ebtidade pode fazer para tornar a sua vida mais tranquila. Leia mais
Fim da impressão dos contracheques
Desde maio de 2015, o funcionalismo público federal não recebe mais seu contracheque no papel. Talvez seja a única classe trabalhadora que não tem mais seu comprovante de pagamento impresso. Leia mais
 
Siga a AGASAI no Twitter Curta a AGASAI no Facebook